Rua Bernardo Passos nº13 R/c, 8005 Faro
+351 91 667 0646
atelier.mente@gmail.com

Testemunhos

“Desde 2003 tenho dificuldades em adormecer e a partir de 2006 deixei de dormir, passava as noites em branco e a ver as horas a passar.

Comecei com consultas de clínica geral, fui encaminhada para uma neurologista e em 2012 passei para um psiquiatra. A medicação foi sempre aumentando. Numa pesquisa na net, descobri os Florais de Bach por acaso. No início, os Florais não ajudaram muito pois a dose de medicação era muito grande.

A Drª indicou-me uma médica de clínica geral, que ajudou-me no desmame da medicação. Hoje, apenas tomo os Florais.

Aprendi imenso com a Drª, aprendi a reflectir sobre as minhas emoções, a procurar a causa das minhas inquietações, no fundo o meu auto-conhecimento.”

Rita

“Tudo começou em Novembro quando numa conversa uma amiga me falou da Terapia Floral, Coaching e Psicoterapia. Confesso que na altura a Terapia Floral não me chamou minimamente à atenção, na realidade andava tão focada no Coaching que ouvir esta palavra foi música para os meus ouvidos!!! Dai até marcar uma consulta foi uma questão de dias… e lá fui eu.

Nessa altura, como eu costumo dizer, parecia uma “mosca morta”…andava ao sabor dos acontecimentos … sujeitava-me às situações, às decisões das pessoas ainda que isso me afectasse e prejudicasse em todos os aspetos e desculpava tudo e todos, porque no fundo havia sempre uma culpa subjacente ao resultado e essa culpa era de imediato assumida por mim. Tinha medo de tomar decisões, com receio das consequências (ainda sabendo que isso me iria facilitar a vida num futuro), mas o ser humano é assim mesmo, tinha pavor de estar sozinha, sofria por antecipação e não me conseguia concentrar no trabalho, aliás a minha vida pessoal afectava quase 100% a minha vida profissional… mas mais vale uma má “zona de conforto” do que sair dela e não saber para onde ir e o que esperar.

Acho que andei e ando entre o Coaching e a Psicoterapia e para dizer a verdade não estou preocupada em saber se faço mais de um ou de outro porque depois da 1ª consulta a minha vida mudou quase 180º, não digo 180º porque ainda me falta fazer muita coisa.

No final da primeira consulta a Dra fez-me umas perguntas e fez um preparado num frasco de acordo com o meu estado…só tinha que tomar as gotas 4x ao dia, não tinha que me preocupar com mais nada. Eu acreditando ou não, peguei nas gotas, mas não fiquei nem muito nem pouco entusiasmada, afinal estava ali para me “tratar” e não para tomar algo que me adormecesse ou me desse coragem para tomar determinadas decisões, mas a verdade é que a partir desse dia, foi como se a pessoa adormecida em mim tivesse despertado e começasse a viver uma nova vida.

Nas consultas seguintes, hoje percebo isso na altura não, o “remédio” foi imediato o que foi fantástico pois motiva a pessoa a continuar e acima de tudo alivia o sofrimento que parece que vai acabar connosco a qualquer momento. Passamos a ver as coisas de uma forma mais “soft” e andamos como que deslumbrados com a vida, afinal andámos em sofrimento tempo demais.

Tomava as gotas, não 4, não 5 mas uma 10x por dia, aliás cada vez que me lembrava de determinada situação, punha as gotas na boca e esperava pelo “milagre” e passados alguns dias, e porque também sou determinada e quando me proponho a algo, faço-o nem que me “matem” comecei a sentir-me muito mais tranquila… comecei a dormir, coisa que não acontecia há muito tempo e a ficar consciente da minha realidade. Finalmente, comecei a perceber que se calhar muitas das situações que me tinham acontecido não eram só culpa minha, se calhar tinha-me deixado de alguma forma manipular, se calhar era muito mais forte do que pensava… e se calhar estava na altura de por para trás o que me fazia mal!”

Fernanda

“Em Novembro de 2010, diariamente, quando o despertador tocava só me apetecia chorar, energia a 0%, naquele momento apetecia-me desaparecer, nada me fazia sentido!

Fui à consulta com a médica de família, sentia-me cansada, desanimada e triste. Com muita surpresa minha, assim que entrei no consultório e a médica me perguntou qual a razão da minha visita, comecei a chorar, sem dizer uma única palavra, por mais de uma hora! Entretanto a Dra. foi-me questionando e eu respondia-lhe acenando com a cabeça.

Resumo da consulta: Depressão em estado avançado, ou me ausentava do serviço pelo tempo determinado ou seria internada até melhorar!!!

Tudo o que me diziam, positivo ou negativo, acabava em choro compulsivo; não me conseguia concentrar; não controlava pensamentos negativos, por mais que me esforça-se; apetite… nenhum, confeccionar refeições era impensável; não me apetecia ver nem falar com qualquer pessoa, algo impensável no meu local de trabalho, com atendimento ao público; sorrir… levei imenso tempo sem o realizar; Dormir… nem pensar… levava as noites a olhar para o escuro, a ouvir o que me diriam, se eu tivesse ao serviço e pensando como iria voltar ao serviço, pois tudo iria piorar; Telefones, nem ouvi-los, entrava em paranóia total, como se saíssem do telefone na minha direção; Sair de casa… impensável; conduzir não conseguia, deixei de saber coordenar os pés; Superfícies grandes… nem vê-las, tantas pessoas, barulho, confusão! Só estar deitada no meu sofá e em silêncio!!!

Diariamente recebia a visita da psicóloga, Dra. Susana, a única que no momento sabia lidar com a situação, fazia-me chorar com as questões que me colocava, mas em simultâneo analisava a evolução da situação, diagnosticou-me síndrome de Burnout.

A consequência da medicação que tomava era dormir muitas horas seguidas e o tempo que estava acordada, estava dormente.

A Dra. introduziu, em paralelo com a medicação, os Florais de Bach, uma fórmula feita em conformidade com os sintomas. Após 2 semanas comecei a reagir ao meu corpo, comecei a ter vontade própria de me auto contrariar, obrigar-me a fazer comida, levar/buscar o meu filho diariamente à escola de carro, passear, ir às compras… enfim… Sair de Casa!

Em Janeiro voltei ao serviço, ainda me faltava muito para estar ok mas já tinha superado uma grande parte!

Passado algum tempo comecei a sentir que não me apetecia estar no local de trabalho, a presença e voz das pessoas incomodava-me bastante, os telefones… só o toque me fazia irritar e voltei a chorar só de olharem para mim!!!

Uma colega começou a questionar-me o que tinha acontecido, o que me tinham dito, se tinha abandonado a medicação… e tudo estava ok, quando ela me pergunta: “Tens tomado os florais?”

Fez-se luz no meu cérebro… havia 3 dias que não os tomava porque o frasco se tinha quebrado, como não valorizava, tomava porque era mais uma esperança de voltar a ser eu, nem pensei que a sua ausência me fosse destabilizar!

Retomei os florais, com reajuste na sua composição e… tudo estabilizou.

Retirei a medicação, ficando só com os florais. Mensalmente sou avaliada pela psicóloga e consoante os sintomas há um reajusta na fórmula.

Hoje posso dizer que voltei a ter a minha energia, brincar, fazer actividade física, passear, ir jantar fora e melhor que tudo… voltei a dar as minhas belas gargalhadas… É BOM SINAL!”

Cristina                                                                                                                                 

                                                                                                               

“No inicio do ano de 2019, senti que tinha que mudar algo na minha vida, precisava de mudanças e hoje vejo que precisava também de ouvir algumas verdades que “esforçava-me” para não as aceitar.

Tinha sempre a tendência para colocar nas mãos dos outros a responsabilidade da minha vida. Sempre que algo corria mal era sempre por culpa de algo ou alguém mas nunca minha, até a minha felicidade dependia do “outro”. No inicio quando andei á procura de “ajuda” queria fugir da consulta de Psicologia Clássica, não queria ir ao Psicólogo queria algo diferente!

Depois de pesquisar e pesquisar encontrei este site e chamou-me a atenção a oferta de tantos serviços diferentes mas todos eles focados na cura e no auto-conhecimento! Arrisquei! Se corre-se mal só perdia o investimento de uma consulta, não ficaria mais pobre por isso! 🙂 Foi o melhor que fiz em 2019 🙂 !

Percebi posteriormente que todas as terapias são feitas pela mesma pessoa, no caso Psicóloga Clínica de Formação o que me agradou, visto ser alguém com muitos conhecimentos diversos e claro sem focada na cura e no auto-conhecimento! Posso também dizer que as primeiras consultas não foram muito fáceis, fizeram-me confrontar com alguns aspectos da minha vida que eu não queria “arrumar”, mas eu estava cansada de passar pela vida! Eu queria viver!

E por mais que fosse díficil “arrumar” a “casa” eu quis continuar! Como já referi foi o melhor que fiz em 2019, mudei muita coisa na minha vida, assumi a responsabilidade sobre as minhas acções, sobre a minha vida e até mesmo assumi a responsabilidade das acções dos outros para comigo, somos nós que ensinamos os outros como queremos ser tratados!

Abandonei o papel de vitima, porque apesar de ter atenção dos outros eu não vivia e assumi também que a minha felicidade só depende de mim e não das atitudes ou esmolas dos outros para comigo. Recuperei o poder sobre a minha vida, tomei atitudes para deixar de reclamar e agora VIVO! Obrigada!

Joana

Comecei no inicio de 2019, a fazer Terapia Floral, com a Dra Susana, já tinha pesquisado alguma coisa sobre esta Terapia, achei interessante uma terapia que harmonizava emoções em desiquilibrio.

Tipico do ser humano fui adiando, adiando, até um dia entrar em esgotamento, não dormia, não comia, estava, como muitas vezes dizia perdida de mim, em modo off! E infelizmente, é sempre quando estamos num buraco fundo, quando a dor já é superior ao medo de mudarmos algo e de nos confrontarmos com os nossos fantasmas que tomamos a decisão de procurar ajuda!

E procurei e foi muito bom, por vezes doloroso mas um bom caminho que percorri para ser a mulher que sou hoje. A vantagem desta consulta neste espaço, é que a Dra Susana para além de terapeuta certificada em florais de Bach é Psicologa Clínica e a sua visão e objectivo é sempre a Cura!

Comecei as consultas pelos sintomas acima descritos e hoje continuo a usar Terapia Floral para o meu auto-conhecimento e harmonia! Aconselho a todos e a vantagem desta consulta é que os Florais são feitos de forma personalizada para cada cliente, serve para 4 semanas de tratamento e já estão incluídos no valor da consulta! 😉 Obrigada por tudo!

Sofia

Procurei estes serviços por indicação de uma amiga, depois de uma conversa intima de desabafos, disse-me, “Precisas de desbloquear a tua vida, tens os teus caminhos todos fechados, nada anda para a frente, “vais marcar uma consulta com “esta pessoa” e ela vai descobrir o que se passa, aliás vou já marcar para ires mesmo!” 😉 e pronto lá fui eu para ver o porquê de ela me “enviar” para lá.

Explicando o porquê de lá estar a Dra. aconselhou-me uma limpeza profunda para desbloquear a minha vida com uma ferramenta chamada Mesa Radiónica. Não gostei da sugestão!! E não gostei, porque já tinha feito no passado uma limpeza com a Mesa Radiónica e não vi resultados nenhuns!

Contudo, após explicações que me deu sobre esta ferramenta, bem como, as informações que me deu sobre os bloqueios que tinha, decidi arriscar dando o benefício da dúvida! Foram quase 3 horas de limpeza e comparando a primeira mesa radiónica que tinha feito no passado e esta, realmente percebi que nem todos sabem tirar e aproveitar os beneficios e potencial da mesa radiónica, adorei!!

A minha vida começou a fluir como nunca, melhorei a minha saúde, a minha energia vital e até a nivel económico melhorou bastante e no amor também não está nada mal! 🙂

Luísa